17 C
Moura
Quarta-feira, 30 Setembro, 2020

Igreja do Carmo

O Convento do Carmo de Moura foi o primeiro cenóbio da Ordem dos Carmelitas fundado em Portugal, e em toda a Península Ibérica, ainda em 1251. Destinava-se a receber os capelães dos Militares de São João de Jerusalém, regressados da Terra Santa, que receberam o convento justamente por doação dos cavaleiros desta Ordem. Deste convento eram originários os monges que viriam a fundar a grande casa conventual do Carmo de Lisboa, iniciativa do Condestável D. Nuno Álvares Pereira. Sabe-se ainda que o convento contava, em 1421, com quarenta e dois religiosos, e que foi a partir deste que os Carmelitas, a par da difusão por todo o país, partiram também em missão evangelizadora para o Brasil.

Dos primitivos edifícios de Moura, em estilo gótico, pouco resta na atualidade, uma vez que o conjunto sofreu grandes transformações ao longo do século XVI, estas bem patentes numa série de elementos decorativos manuelinos e renascentistas, que coexistem com os parcos vestígios góticos. Merece particular realce o pórtico renascença da igreja, e também os azulejos setecentistas da nave.

A Igreja e o Convento do Carmo estão classificados como Imóvel de Interesse Público desde 27 de março de 1944.

Horário de abertura:
Domingo: 8:30 – 11:30 e 14:30 – 17:30
Para abertura em outros horários, poderá ser contactado o Centro Paroquial de Moura através do n.º de telefone 285 030 073.

Coordenadas GPS: Latitude 38.144398| Longitude -7.452294

Virtual Tours - Moura

X